Versão animada de Arlequina acessa suas camadas mais profundas

Harleen Quinzel, a famosa Arlequina, se tornou um ícone do dia para a noite. Leia mais detalhes sobre a sua história!

Harleen Quinzel, no Brasil, é popularmente conhecida como Arlequina. É uma vilã do universo da DC, que inicialmente deveria ser somente uma personagem em segundo plano no episódio de Batman: The Animated Series, produzido por Paul Dini e Bruce Timm.

Leia mais: O Esquadrão Suicida | Fotos liberadas mostram Sanguinário e Arlequina

Sua essência peculiar e caótica prendeu o público, com isso, a bela e doentia personagem nos breves momentos do episódio foi o suficiente para se tornar um sucesso da noite para o dia. Desde então, a vilã foi desenhada em mais de 40 quadrinhos, ganhou adaptações em live-action e virou um ícone de escolha de fantasias de Halloween.

As aparições da personagem nunca foram tão boas quanto a versão animada apresentada pela HBO Max, produzida por Kaley Cuoco. Apesar da versão da Arlequina, apresentada no longa do Esquadrão Suicida, aprofundar sua história pessoal, que conduziu a personagem a suas características caóticas, o filme peca ao passo que torna a personagem uma anti-heroína.

A alma consumida por traumas deposita no Coringa, de forma cega e obsessiva, o reflexo de um pai vigarista que nunca a amou. A maior motivação da personagem em se tornar psiquiatra — contexto que a liga ao seu amante — foi uma tentativa de entender o comportamento do pai.

O ponto de partida para o enlouquecimento da personagem começa no manifesto subconsciente de insistir em uma pessoa que não está nem aí pra ela.

Apesar de todas as versões de Arquelina marcarem sua história, contextualizarem e construírem o imaginário do público sobre a personagem é somente bem feito em sua versão animada, que obtemos uma extensão mais profunda sobre a vilã.

A animação explora uma camada mais profunda da história da personagem, como o seu amado Coringa se aproveita e a manipula, mas apesar de tudo, ela continua a amar ele.

você pode gostar também
Comentários