Twitter pede desculpas aqueles que passaram por abuso de privacidade

O caso aconteceu nos Estados Unidos e, recentemente, a rede social chegou a divulgar um pedido de desculpas aos envolvidos

Alguns usuários do Twitter tiveram seus dados utilizados de forma indevida para publicidade da plataforma, por isso, foram multado em US$ 150 milhões em maio.

Leia mais: Erick Kripke justifica atraso no lançamento do 4º ep de The Boys no Twitter

A empresa afirmou que, ao solicitar e-mail ou telefone para fazer autenticações, podem ter utilizado destas mesmas informações para direcionar anúncios, que circularam até setembro de 2019.

O Twitter ainda ressalta que nunca compartilhou estas informações com os anunciantes. Ainda disse que este tipo de autenticação de segurança, utilizando e-mail e telefones, deixou de ser utilizada em 2019.

No comunicado direcionado aos usuários afetados, a empresa dizia assim: “Lamentamos muito que isso tenha acontecido. Se você tiver dúvidas ou comentários sobre este aviso ou sobre o que fazemos para proteger suas informações no futuro, entre em contato com o Escritório de Proteção de Dados do Twitter”.

Além dos US$ 150 milhões de multa pelo uso de dados indevido, a Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos ainda proibiu o Twitter de utilizar os “dados coletados enganosamente” para seu próprio lucro.

E ainda, foi decidido que a rede social deve encontrar um jeito melhorado de autenticação dos usuários, sem precisarem informar seus números de telefone.

Outra coisa que precisa ser melhorada pela empresa, é o programa de privacidade e segurança das informações dos usuários. Assim, o Twitter se comprometeu em notificar qualquer violação de dados a FTC, além de diminuir o acesso dos funcionários aos dados dos usuários, para evitar novos problemas.

você pode gostar também
Comentários