Os romances mais subestimados do cinema

The Sky is Everywhere é o novo filme na Apple+, que se baseou no romance de Jandy Nelson

Ainda que o The Sky is Everywhere não seja uma explosão de bilheteria como Crepúsculo, A Culpa é das Estrelas ou Jogos Vorazes ou, até mesmo, ganhar inúmeros seguidores como Love, Simon, Perks of Being a Wallflower ou The Hate U Give, é uma ótima produção.

Existem algumas adaptações de livros incríveis que foram acima do radar, porém, ainda são bons filmes, que se tornaram uma ótima opção para aqueles que estiverem disposição para as ficções de YA.

Leia mais: Os melhores filmes românticos para assistir hoje na Netflix

O Espetacular Agora (2013)

Este longa é vivido por Shailene Woodley Amy, uma menina estudiosa, que tem sua vida virada quando conhece Sutter (Miles Teller).

Sutter possui uma vida em sua casa complicada, pois vive em um lar que sofre por conta da bebida, porém existe algo em Amy que faz com que Sutter queira ser uma pessoa melhor.

Inicialmente, ele parece não ser uma boa companhia para ela ou talvez ele seja exatamente o que ela necessita para alcançar o potencial que ela vê nele. O casal tem uma química muito poderosa e reforça aquela ideia de que os opostos se atraem.

Como eu vivo agora (2013)

Este longa é baseado no romance de Meg Rosoff, a trama leva os espectadores a uma linha do tempo na futura obscura.

A personagem Daisy (Saoirse Ronan) chegou a Inglaterra para aproveitar algumas semanas com sua família. Nesse meio tempo, acontece um atentado terrorista, é imposta a lei marcial e separa toda a família.

Daisy recebe a oferta de voltar para a América em segurança e fica par ajudar sua prima mais jovem Piper (Harley Bird) a procurar seus irmãos Eddie (George McKay) e Isaac (Tom Holland).

Ainda que em um futuro apocalíptico, o romance jovem e a família acabam encontrando um caminho. Vale a pena conferir este filme para ver as atuações dos atores Ronan, McKay e Holland antes de virarem estrelas mundiais.

Cidades de Papel (2015)

Cidades de Papel, que é baseado no livro de YA King, traz a história de Quentin (Nat Wolff) que consegue ter a noite de sua vida com Margo (Cara Delevingne), sua vizinha.

Após muitos anos de paixão pela sua vizinha, ele finalmente conseguiu ter a sensação de que juntos, poderão ter um futuro. Ao invés disso, Margo acaba desaparecendo na manhã seguinte.

Quentin procura seus melhores amigos Benjamin (Austin Abrams) e Marcus (Justice Smith), assim como a namorada de Marcus, Angela (Justice Smith) para viajar, pois segundo ele, tem uma ideia onde sua amada poderia estar e assim daria tempos de ela ir ao Baile de Formatura.

O longa leva até seus espectadores um sentimento nostálgico de um grupo de melhores amigos tendo a sua ultima aventura juntos antes de se formarem e cada um seguir seu caminho.

Tudo Tudo (2017)

Tudo Tudo, baseado no romance de Nicola Yoon, traz a história de uma família sobre um romance proibido.

A personagem Maddy (Amanda Stenberg) não tem uma vida social comum devida a uma grave doença. E assim que se muda um vizinho novo, Olly (Nick Robinson) o nível de tentação de Maddy para sair torna-se quase irresistível.

A personagem tenta fugir de sua mãe Pauline (Anika Noni Rose), que é superprotetora, e Olly tentando escapar da sua vida doméstica que é abusiva. A duvida que permeia os dois é que se em algum dia poderão encontrar uma maneira de viver juntos.

A trama sofre muitas reviravoltas dramáticas, porém é difícil não torcer para que o jovem casal encontre algum modo de viverem esse amor longe de tudo isso.

você pode gostar também
Comentários