Jurassic World faz uso de efeitos práticos e atores ficam com medo

Em uma entrevista, a atriz Laura Dern afirmou que a primeira vez que viu, pessoalmente, um animatrônico de dinossauro não irá mais sair de sua mente

De acordo com o relato de Laura Dern, a atriz alegou o seguinte: “Estávamos naquela ilha do Havaí onde filmamos Jurassic Park, em uma caminhada no meio das gravações, e eu me deparei com este enorme modelo de tricerátops deitado na grama”. Leia mais!

Leia mais: Diretor de Jurassic World 3 não quis realizar o retorno de Lex e Tim

Continuando com o seu relato, complementou dizendo que: “Eu e Sam Neill começamos a chorar. É o mesmo sentimento que as pessoas tiveram quando viram o filme nos cinemas”.

Ao, finalmente, retornar com a personagem de Dra. Ellie Sattler, na produção de “Jurassic World: Domínio”, a atriz revela estar esperando ter que lidar com mais dinossauros de CGI (em outras palavras, bolinhas de tênis coladas nas pontas de arames), porém, ao chegar finalmente ao set de gravações, Dern se deparou com animatrônicos.

E ainda informou ao público seu sentimento de gratidão em contemplar Colin Trevorrow homenageando a franquia original de Jurassic World por intermédio da produção.

Eu me sinto bem grata pelo quanto Colin [Trevorrow] quis homenagear o legado da franquia, e trazer de volta aqueles modelos magistrais ao invés de confiar totalmente nos efeitos especiais. É claro que os artistas de CGI também são magníficos, mas muitos dos dinossauros estavam lá conosco. Isso fez com que o processo fosse muito similar ao do primeiro filme”, conta ela.

Mas não foi somente Dern que retornou a franquia, como também o ator Jeff Goldblum. Ele marcou presença através do personagem de Dr. Ian Malcolm, inclusive, ainda mencionou sobre a experiência de participar da programação.

O time de efeitos práticos criou toda uma gama de novos, maiores e mais detalhados dinossauros, além de aparentemente serem mais cientificamente corretos do que os anteriores”, afirma.

Para Goldblum, o que mais o surpreendeu foi o giganotossauro, predador-alfa do novo longa, responsável por disputar o lugar de dinossauro favorito com T-Rex, e com quem o personagem de Goldblum teve um encontro ao vivo de uma forma aterrorizante.

Foi incrível gravar essas cenas enquanto dezenas de pessoas talentosas trabalhavam nos animatrônicos, porque parecia real. Alguém estava fazendo o animatrônico respirar, piscar os olhos, dilatar as pupilas… Como ator, você realmente mergulha na situação”, garante.

Diante de tudo isso, o próprio Colin Trevorrow informou, em uma entrevista, os motivos sobre ter utilizado os efeitos práticos ao invés de CGI. Segundo ele, era necessário saber como os temidos animais preencheriam o local se estivessem realmente parados ali, fator que acontece ao utilizar os animatrônicos.

Por outro lado, se você está gravando algo que ainda não está lá, você precisa passar mais tempo pensando nessas coisas, em como registrar a cena”, afirma Trevorrow.

você pode gostar também
Comentários