Suecos descobrem bateria solar que poderá ser utilizada em celulares

A grande mudança está no período em que a carga é guardada, são 18 anos de durabilidade, indica o estudo

Foi divulgado, há pouco tempo, por alguns cientistas suecos, a bateria que possivelmente estará presente nos celulares do futuro. Ela possui uma solução: terá a utilidade de depósito e locomoção de energia solar.

Leia mais: Confira os celulares com a melhor bateria do mercado

Sem mencionar que sua produção apenas se baseia em materiais encontrados na natureza como, por exemplo, carbono, nitrogênio e hidrogênio, que são necessários para converter a energia solar.

Isso mesmo! A descoberta feita pelos cientistas foi nomeada como “armazenamento molecular de energia térmica solar”, (MOST). Essa produção tem a capacidade de trocar a luz do sol por eletricidade.

O líquido produzido dispõe de uma composição que causa um efeito de reorganização nos átomos dos ingredientes utilizados como base, quando são iluminados diretamente pelos raios solares.

Graças a esta reação, torna-se viável a evolução e a permanência da energia em até 250 watts-horas por quilograma, sem ser afetado pelo declínio do clima.

Além disso, eles fazem uso de um catalisador à base de cobalto, o qual faz parte da composição de materiais muito utilizados em tintas.

Esse fluído atravessa um coletor térmico, responsável por absorver a luz solar em um tubo. Nesse momento, ocorre o transporte do combustível para os demais tubos, locais em que ficarão conservados, a fim de que ocorra o armazenamento de energia.

As baterias que, atualmente, encontram-se nos dispositivos eletrônicos são dependentes de baterias de íon-lítio. Mas, a tecnologia abordada acima, pode ser uma grande candidata a substituir as atuais baterias futuramente.

você pode gostar também
Comentários