Ligações com menos de 3 segundos voltarão a ser cobradas pela Anatel

Por que recebemos tantas ligações desconhecidas e que duram poucos segundos? Descubra mais sobre e a solução para o problema

Quem viveu antes da era do WhatsApp, e outras redes sociais de fácil acesso, deve lembrar das ligações de três segundos. Conversa inteiras eram feitas neste estilo, pois a tarifa por chamada só era cobrada a partir de 3 segundos de ligação.

Leia mais: Round 6 | Após polêmica com telefone série será reeditada

Esta tarifa vem sendo cobrada por 25 anos, porém, o que antes era uma maneira econômica de conversar, agora tornou-se uma forma de robôs fazerem ligações indevidas para os celulares, formas de contato que chegam de forma repetida aos celulares e caem em poucos segundos. Na tentativa de coibir isso, a Anatel aprovou a cobrança de tarifa em ligações com menos de três segundos.

Quem teve a iniciativa de criar a cobrança com um segundo foi Emmanoel Campelo, que é conselheiro da Anatel. O objetivo foi justamente desmotivar estas práticas abusivas feitas pelas centrais de telemarketing, que é chamada de robocalls.

Com o objetivo de simplificar o trabalho da Anatel, também limpar a burocracia, serão cortadas 44 resoluções do regulamento vigente da empresa. Atualmente, a Anatel conta com 280 regulamentos vigentes, e o corte corresponde a 16%, chamando-se de Guilhotina Regulatória.

A partir desta prática abusiva, milhares de pessoas não atendem mais ligações de números desconhecidos, pois ligações de robôs acontecem diariamente.

Não existe bala de prata e, por isso, a Agência precisa tomar várias medidas para combater o telemarketing abusivo. O Brasil está indo bem nessa direção e um dia pode se tornar referência para outros países”, disse Carlos Baigorri, presidente da Anatel.

A reunião, que teve a decisão oficializada, aconteceu na última terça-feira (21).

você pode gostar também
Comentários