Diretor de “Guardiões da Galáxia” defende Chris Pratt nas redes sociais

A polêmica no Twitter, envolvendo o Senhor das Estrelas, causou um alvoroço e o diretor James Gunn respondeu os internautas sem receio

Ocorreu, recentemente, a postagem de um comentário feito no Twitter com a ideia de substituir o ator Chris Pratt de seu papel no MCU. Mediante a isso, o diretor da trilogia de “Guardiões da Galáxia”, James Gunn, rebateu defendendo o ator, alegando que o mesmo não frequentava instituições homofóbicas.

Leia mais: A Guerra do Amanhã | Chris Pratt precisa salvar o futuro em novo trailer

O usuário disse: “Marvel me escuta. Apenas o substitua”. Em resposta, James Gunn disse:

Por causa de suas crenças inventadas e totalmente falsas sobre ele? Por algo que outra pessoa disse sobre ele que não é verdade? Chris Pratt nunca seria substituído como Senhor das Estrelas, mas, se ele fosse todos nós iríamos com ele”.

Além disso, outro usuário comentou que Pratt estaria ligado a uma instituição religiosa considerada homofóbica, mas Gunn afirmou conhecer a congregação atual em que o ator tem frequentado.

Conheço a igreja que ele frequenta atualmente. Você conhece? (A resposta é não, mas você ouviu de alguém que ouviu de alguém que ouviu de alguém que igreja ele frequenta, então decidiu, ‘sim, beleza, vou acreditar nessa coisa terrível que ouvi online sobre essa celebridade!’)”.

Guardiões da Galáxia 3” está previsto para ser lançado em 2023. A franquia ainda está destinada a receber uma série de curtas focados no Baby Groot, além de um especial de Natal.

Você não pode ficar de fora dessa, então, fique atento aos próximos lançamentos!

você pode gostar também
Comentários