CRÍTICA | Homem-Aranha Sem Volta Para Casa

Finalmente o menino-Aranha vira o Homem-Aranha.

Antes do texto, um aviso importante: contém spoilers de Homem-Aranha Sem Volta Para Casa (JURA?)! Prossiga por sua conta e risco!

Um dos filmes mais aguardados do ano, “Homem-Aranha – Sem Volta Para Casa” entrega tudo o que prometeu, inclusive o que muitos insistiam em tentar esconder!

Com doses e pitadas exatas de drama, comédia e ação, o filme é uma verdadeira homenagem aos fãs do Cabeça de Teia, principalmente daqueles que se apaixonaram pelo herói através das telas de cinema. Sim, aqui vai o primeiro spoiler: as três versões cinematográficas do herói aparecem no filme.

Mas se engana quem pensa que Tobey Maguire e Andrew Garfield roubam a cena. Do início ao fim, fica claro que o dono da festa é Tom Holland. O Aranha mais novo dá a tônica de como será o jogo, embaralha e distribui as cartas e deixa claro que, apesar da ajuda de todos, ele é quem tem que resolver os problemas. Nem mesmo a participação do Dr. Estranho, vivido pelo carismático Benedict Cumberbatch, consegue tirar o holofote da cabeça de Holland.

capa-sem-volta-para-casa-100
Dr. Estranho é um personagem importante em Homem-Aranha Sem Volta Para Casa

Além de ser um ótimo ator, Tom Holland também teve muita ajuda do roteiro, que dessa vez deixou o garoto por sua própria sorte, sem um mentor propriamente dito.

Se em “De Volta ao Lar”, ele tinha Tony Stark como uma quase figura paterna e “parceiro de serviço” e em “Longe de Casa”, contou com a ajuda de Nick Fury e, de certo modo, do Mysterio, “Sem Volta Para Casa” mostra que ele tem que aprender a se virar.

O Dr. Estranho que vemos no filme não cria uma relação tão próxima com o Peter Parker. Eles têm algumas interações e funcionam bem juntos, porém o Mago dá apenas alguns conselhos e deixa claro que quem tem que batalhar pelo que quer é o próprio Peter. Em outras palavras, ele deve deixar de ser um menino para virar, de fato, um homem à altura do MCU. E ele consegue, uma vez que a jornada dele no filme é de superação e amadurecimento.

Homem-Aranha Sem Volta Para Casa pegou os fãs pelo coração!

O Aranha do Tobey Maguire é o que cria um laço um pouco mais afetivo com Holland, deixando claro que está nessa vida há bastante tempo e sabe lidar muito bem com o fato de ser um herói. O Aranha do Andrew Garfield parece estar meio perdido ainda, sem ter superado a morte da Gwen Stacy, mas também dá seus conselhos para o Aranha mais novo do grupo.

Aliás, Andrew Garfield mostrou nesse filme que é o melhor Peter Parker e Homem-Aranha do cinema. Ele explica o que aconteceu com ele após os filmes, as perdas que teve, cria uma química instantânea com o dono do filme e ainda se redime da falha que teve com a Gwen, salvando MJ de uma queda que seria fatal.

doutor estranho homem aranha 3
Homem-Aranha Sem Volta Para Casa teve o melhor roteiro até agora.

Em relação aos vilões, o destaque fica com os novos visuais do Electro (Jamie Foxx) e do Duende Verde (Willem Dafoe), que ficaram mais ameaçadores. O Dr. Octopus (Alfred Molina) tem, mais uma vez, uma jornada de redenção, comprovando que seu personagem nunca foi mal de verdade, mas apenas estava sob o domínio de seus tentáculos.

Já o Homem de Areia e o Lagarto parece que foram colocados ali apenas para dar volume ao filme e fazer o telespectador desejar pelo sexto vilão, para complementar o Sexteto Sinistro. Aliás, nesse filme faltou um vilão do universo do Tom Holland mesmo.

Outro grande momento do filme é que a frase “com grandes poderes, vem grandes responsabilidades”, é dita por uma personagem inesperada.

O filme é um grande fan service, com referências dos três universos do Homem-Aranha e cenas impactantes. Ver os três Homens-Aranha pulando juntos para a briga certamente irá saciar a vontade daqueles que ansiavam por isso.

Ao mesmo tempo em que o roteiro ajuda o Peter Parker do Tom Holland, ele não traz a grande inovação que os fãs estavam esperando. Sim, o multiverso existe e ele foi aberto. Mas também foi fechado de uma maneira um tanto simplória e sem explicações aprofundadas para outros filmes do MCU.

Homem Aranha Sem Volta para Casa trailer
Homem-Aranha Sem Volta Para Casa atende todas as gerações de fãs

Um veredicto possível para “Homem-Aranha Sem Volta Para Casa” é a de uma obra que é muito mais Sony do que Marvel, ou seja, tem os elementos dos filmes do Aranha, porém faltou aquela pitada de MCU, deixando pequenas pontas soltas para que outras obras do estúdio se complementem. É um filme que pode significar o adeus de Tom Holland ou do teioso no MCU, já que o final funciona muito bem como uma despedida.

Por fim vale lembrar que, neste filme, tivemos uma inserção de herói no MCU. Uma ótima adição ao time dos heróis urbanos da Marvel e que, certamente, deve agregar muito ao MCU.

Enfim, “Homem-Aranha Sem Volta Para Casa” é um filme divertido, que merece ser visto e que, certamente, será um enorme sucesso!

Finalmente o Menino-Aranha vira o Homem-Aranha.

você pode gostar também
Comentários