Arquivos animais - Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD! https://multiversonoticias.com.br/assunto/animais/ Diariamente notícias sobre filmes, séries, quadrinhos, games, animes, ciência, tecnologia e humor! Fri, 24 May 2024 10:37:49 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.0.2 Quantos anos os gatos vivem? Estudo revela raça mais longeva https://multiversonoticias.com.br/quantos-anos-os-gatos-vivem-estudo-revela-raca-mais-longeva/ Fri, 24 May 2024 10:35:46 +0000 https://multiversonoticias.com.br/quantos-anos-os-gatos-vivem-estudo-revela-raca-mais-longeva/

Já parou para se perguntar sobre qual raça de gato tem a maior expectativa de vida? Uma pesquisa revelou as raças campeãs nesse quesito.

O post Quantos anos os gatos vivem? Estudo revela raça mais longeva apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>

O amor por gatos na sociedade brasileira atual tem se tornado cada vez mais evidente e presente.

A popularidade dos gatos como pets tem crescido significativamente, tornando-se cada vez mais comum encontrar pessoas que se identificam como ‘gateiras’ e compartilham fotos e vídeos de seus felinos nas redes sociais.

Neste cenário, muitas pessoas se perguntam: quantos anos vivem os gatos? Será que a raça interfere na média de idade? Um levantamento trouxe essas respostas.

Gatos e expectativa de vida

Um estudo recente do Journal of Feline Medicine and Surgery trouxe informações extremamente relevantes e valiosas sobre a expectativa de vida das diferentes raças de gatos.

Os resultados destacam a importância de os tutores conhecerem as necessidades específicas de seus felinos para tomar decisões mais informadas sobre sua saúde.

Entre as raças estudadas, o Sagrado da Birmânia e o Birmanês se destacaram como as que vivem mais, com uma média de 14,4 anos.

Já o Sphynx, famoso por sua falta de pelos, tem a menor expectativa de vida devido a predisposições genéticas.

Por outro lado, gatos mestiços têm uma expectativa de vida média de 11,9 anos, superando os de raça definida em 1,5 anos.

O gato birmanês é uma raça cuja expectativa de vida pode chegar a 14,4 anos. – Imagem: Shutterstock/Reprodução

A pesquisa também mostrou que gatas tendem a viver mais do que os gatos machos, com uma diferença de 1,3 anos.

Além disso, o peso ideal dos gatos e a castração foram apontados como fatores importantes para a longevidade. Gatos com peso fora do ideal têm uma vida mais curta, enquanto os castrados vivem, em média, 1,1 ano a mais.

Embora seja relevante considerar as variações no número de gatos avaliados em cada raça, as conclusões do estudo são úteis para veterinários e tutores no cuidado com seus felinos.

Com essas informações em mãos, os tutores podem garantir uma vida mais longa e saudável para seus pets.

A pesquisa destaca a importância da atenção às necessidades específicas de cada raça e de cuidados como o controle de peso e a castração para garantir a melhor qualidade de vida possível.

O post Quantos anos os gatos vivem? Estudo revela raça mais longeva apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>
Olhos de águia? Teste suas habilidades encontrando 6 animais camuflados https://multiversonoticias.com.br/olhos-de-aguia-teste-suas-habilidades-encontrando-6-animais-camuflados/ Sun, 14 Apr 2024 12:58:30 +0000 https://multiversonoticias.com.br/olhos-de-aguia-teste-suas-habilidades-encontrando-6-animais-camuflados/

Desafio visual te colocará à prova: será que você está entre os seletos 17% que conseguem resolvê-lo?

O post Olhos de águia? Teste suas habilidades encontrando 6 animais camuflados apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>

Que tal testar suas habilidades com um desafio visual que está fazendo sucesso na internet?

Segundo uma publicação do India Times, apenas 17% das pessoas conseguiram identificar seis animais escondidos em uma imagem em menos de 8 segundos.

Isso mesmo, você não leu errado: apenas 8 segundos! Imagine o quão afiada precisa ser sua visão e quão rápido seu cérebro precisará trabalhar para identificar todos eles neste curto espaço de tempo.

Entenda, a seguir, como o desafio vai funcionar.

Identifique 6 animais camuflados em 8 segundos

Os animais estão meticulosamente camuflados, o que dificulta a tarefa de identificá-los rapidamente.

Este teste não apenas desafia sua capacidade de percepção visual, mas também põe à prova sua velocidade de processamento e atenção aos detalhes. Interessante, não é?

Então, se você está se sentindo preparado e quer tentar, pause o que está fazendo, prepare seu cronômetro e comece o desafio.

Vamos começar? Bora lá, analise a imagem abaixo.

Ache os 6 animais escondidos num piscar de olhos! – Imagem: Bhavini On-line/Reprodução

Você conseguiu resolver o desafio?

Se você achou desafiador e precisa de uma ajudinha, não se preocupe, você não está sozinho.

Para dar uma mãozinha, vamos compartilhar algumas dicas: um dos animais que você deve procurar adora viver em regiões áridas e secas, enquanto outro não resiste a uma boa cenoura.

Sim, estamos falando de criaturas bem conhecidas! Dê mais uma tentativa e veja se consegue desta vez.

Se mesmo assim a tarefa parecer complicada, relaxe. Nem todos conseguem de primeira e o mais importante é exercitar seu cérebro e se divertir no processo.

Vale a pena notar que desafios visuais, além de serem um ótimo passatempo, podem ajudar a melhorar a concentração e a memória visual.

Revelando os animais escondidos

Se você se encontrou entre os que tiveram dificuldades ou simplesmente está curioso para saber quais eram os animais escondidos, aqui vai a lista:

  1. Camelo;
  2. Veado;
  3. Crocodilo;
  4. Borboleta;
  5. Coelho;
  6. Cobra.

Aqui estão os 6 animais que você estava procurando – Imagem: Bhavini On-line/Reprodução

Surpreendente como esses animais podem estar bem na nossa frente e mesmo assim passarem despercebidos, não é verdade?

Esse tipo de desafio nos mostra como muitas vezes podemos acabar não vendo coisas que estão claramente visíveis.

Desafios visuais são incríveis maneiras de passar o tempo, testar nossos limites e, claro, compartilhar com amigos e família para ver quem se sai melhor.

O post Olhos de águia? Teste suas habilidades encontrando 6 animais camuflados apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>
Já reparou que não há filhotes de pombos pela cidade? Entenda por quê https://multiversonoticias.com.br/ja-reparou-que-nao-ha-filhotes-de-pombos-pela-cidade-entenda-por-que/ Sun, 14 Apr 2024 12:41:12 +0000 https://multiversonoticias.com.br/?p=204847

Conheça os segredos por trás da discreta vida dos filhotes de pombos urbanos e saiba como reconhecê-los entre os adultos!

O post Já reparou que não há filhotes de pombos pela cidade? Entenda por quê apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>

Se você mora em uma área urbana, provavelmente já se deparou com a presença constante dessas aves.

Mas, mesmo que as vejamos com frequência, surge uma pergunta intrigante: onde estão os filhotes de pombo?

Vamos investigar essa curiosidade e desvendar o mistério por trás de sua ausência nas cidades!

Onde se escondem os filhotes de pombos?

Ao contrário de outras aves que ostentam seus pequeninos com orgulho, os pombos urbanos mantêm seus filhotes em segredo, geralmente em locais pouco acessíveis aos humanos, como prédios abandonados, pontes ou torres de igrejas.

Essa estratégia se justifica por um comportamento que retrata os ancestrais dos pombos.

Acontece que os pombos urbanos, cuja espécie é a Columba livia domestica, são descendentes do pombo-das-rochas.

E, assim como seus ancestrais, eles também mantêm seus filhotes em áreas isoladas durante os primeiros 40 dias de vida.

Nesse período, os pais zelam por seus filhotes, alimentando-os com o rico ‘leite de papo’ e protegendo-os de predadores como corujas, falcões e gaviões.

O leite de papo é produzido tanto pela fêmea quanto pelo macho progenitor e é fundamental para o desenvolvimento dos filhotes, fornecendo energia e fortalecendo o sistema imunológico deles.

Entenda por que os filhotes de pombo não estão nas cidades – Imagem: Frozen_momentii/Pexels/Canva Pro

Ciclo de vida dos filhotes

Os filhotes nascem pequenos, frágeis e cegos, com penugem amarelada que se transforma em cinza após 15 dias.

Ao longo de 30 dias, desenvolvem as penas que os caracterizam como adultos, sem as manchas roxas e verdes que surgem posteriormente.

Quando finalmente saem do ninho, os filhotes já estão grandes e com plumagem similar à dos adultos, dificultando a identificação.

Como diferenciar pombos filhotes de adultos?

Mas, para quem sabe observar bem, é possível diferenciar os pombos jovens dos adultos por alguns detalhes.

Por exemplo, a cera do bico dos filhotes é mais acinzentada em comparação com o branco dos adultos.

Além disso, os pombos recém-saídos do ninho não apresentam as manchas roxas e verdes características no pescoço.

Portanto, a aparente falta de filhotes de pombo nas cidades deve-se ao comportamento discreto dos pais.

Mesmo presentes, os filhotes passam a maior parte do tempo protegidos dos predadores e recebendo os cuidados necessários para seu desenvolvimento.

O post Já reparou que não há filhotes de pombos pela cidade? Entenda por quê apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>
Teste visual: há dois animais entre esta família; consegue vê-los? https://multiversonoticias.com.br/teste-visual-ha-dois-animais-entre-esta-familia-consegue-ve-los/ Mon, 01 Apr 2024 19:01:24 +0000 https://multiversonoticias.com.br/?p=203648
Fazer perguntas para si, faz com que abrimos a nossa mente e clareamos o caminho para o qual queremos seguir

Ilusões de ótica como esta são formas divertidas de estimular o cérebro a ir além dos padrões habituais do órgão. Confira!

O post Teste visual: há dois animais entre esta família; consegue vê-los? apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>
Fazer perguntas para si, faz com que abrimos a nossa mente e clareamos o caminho para o qual queremos seguir

A maneira como nosso cérebro percebe o ambiente pode, às vezes, nos enganar. Isso ocorre no cotidiano, por exemplo, quando notamos figuras nas nuvens ou vemos rostos em tomadas.

Tal fenômeno acontece porque o cérebro, ao interpretar os sinais visuais captados pelos olhos, tenta corrigir formas conforme os padrões que ele têm na memória.

As ilusões de ótica funcionam se aproveitando desse recurso neural, ao produzir imagens detalhadas de modo a enganar a interpretação visual.

Hoje, vamos ver uma delas e tentar descobrir dois animais na ilustração. Será que seu cérebro vai te ajudar ou te enganar neste desafio?

Há dois animais na imagem, encontre-os em 15 segundos

Na figura a seguir, você verá uma cena do início do século passado, quando as famílias se reuniam na sala de casa para ouvirem o rádio e conversarem.

Entre os integrantes da família, os animais de estimação não podem faltar, afinal são membros muito amados e promovem uma interação mais alegre entre todos.

Por isso, você precisa localizar dois animais nesta ilusão de ótica, mas isso apenas em 15 segundos. Consegue? Ligue o relógio e vamos ver!

Identifique os dois animais em 15 segundos – Imagem: Gênio Quiz/Reprodução

Benefícios de teste visuais

Ao tentar decifrar ilusões de ótica como esta, nosso intelecto é refinado. Como explicado na introdução, as linhas, formas e cores confusas de uma ilusão de ótica enganam nosso cérebro.

Quando investigamos a imagem, estimulamos o órgão a ir além da construção de padrões aos quais ele está acostumado.

Isso gera mais caminhos sinápticos criando novos conhecimentos, padrões e memórias. Por essa razão, testes visuais assim são divertidos e ainda treinam nossas habilidades cognitivas.

Resposta do desafio

E então, conseguiu encontrar os dois animais? Se sim, parabéns! Você está com um cérebro afiado e capaz de gerar caminhos sinápticos rapidamente. Caso não tenha tido sucesso, vamos dar uma dica.

Nós não revelamos quais animais são para dificultar um pouco mais o enigma; mas para te dar uma segunda chance, informamos que são dois gatos, mas só um deles é um pet. Agora, sem mais dicas, é com você!

Se quiser ver a resposta, role a página mais para baixo.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

O animal de estimação está no colo da mulher – Imagem: Gênio Quiz/Reprodução

Já o segundo gato é um enfeite no encosto para os pés – Imagem: Gênio Quiz/Reprodução

O post Teste visual: há dois animais entre esta família; consegue vê-los? apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>
Pet tem signo? Descubra a personalidade do seu pet segundo a astrologia https://multiversonoticias.com.br/pet-tem-signo-descubra-a-personalidade-do-seu-pet-segundo-a-astrologia/ Sat, 30 Mar 2024 22:01:20 +0000 https://multiversonoticias.com.br/?p=203490

Conheça o impacto dos astros na personalidade do seu companheiro de quatro patas.

O post Pet tem signo? Descubra a personalidade do seu pet segundo a astrologia apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>

A astrologia é um conhecimento milenar que estuda as influências dos astros sobre a personalidade e o comportamento das pessoas.

Porém, o que muitos não sabem é que os animais de estimação também podem ter sua personalidade influenciada pelo seu signo astrológico.

Se você tem um pet e sempre se perguntou sobre o porquê de ele agir de determinada forma, talvez a astrologia possa te ajudar a entender melhor.

Cada signo tem características próprias e isso pode se refletir no comportamento do seu animal de estimação.

Explicando o comportamento do seu pet a partir da astrologia

Se o seu pet é de Áries, ele provavelmente é agitado e protetor. Já os taurinos são mais preguiçosos e gostam de comer.

Os geminianos são inteligentes e fáceis de serem adestrados, mas precisam de atenção para não se sentirem sozinhos.

Cancerianos são extremamente carinhosos e apegados aos seus donos, enquanto os leoninos adoram chamar a atenção e são bem sociáveis.

Os virginianos, por sua vez, detestam mudanças e precisam de uma rotina bem estabelecida. Os librianos são animais animados e carinhosos, que gostam de estar em movimento e ter companhia.

Já os escorpianos preferem a solidão e ambientes calmos, enquanto os sagitarianos são alegres e cheios de energia, assim precisam de bastante atividade física para gastá-la.

Astrologia pode explicar a personalidade do seu amigo de quatro patas – Imagem: Freepik/Reprodução

Os capricornianos são teimosos, mas leais e brincalhões, enquanto os aquarianos são arteiros e independentes. Por fim, os piscianos são sensíveis e costumam imitar o comportamento dos tutores.

É importante deixar claro que a astrologia não é uma ciência exata e o comportamento do animal é influenciado por diversos outros fatores, como a raça, a educação recebida e o ambiente em que vive.

No entanto, conhecer um pouco mais sobre o signo do seu pet pode te ajudar a criar um vínculo ainda mais forte e compreender melhor as necessidades e comportamentos dele.

Portanto, se você está curioso para saber mais sobre o seu pet, pesquise o signo dele e veja se as características descritas batem com sua personalidade. Quem sabe você não descobre algo novo e interessante sobre ambos?

O post Pet tem signo? Descubra a personalidade do seu pet segundo a astrologia apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>
Qual é a personalidade do seu cão? Faça o teste da patinha e descubra! https://multiversonoticias.com.br/qual-e-a-personalidade-do-seu-cao-faca-o-teste-da-patinha-e-descubra/ Sun, 17 Mar 2024 14:00:39 +0000 https://multiversonoticias.com.br/qual-e-a-personalidade-do-seu-cao-faca-o-teste-da-patinha-e-descubra/

Através de um simples teste, descubra o que o formato da patinha do seu pet revela sobre a personalidade dele.

O post Qual é a personalidade do seu cão? Faça o teste da patinha e descubra! apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>

Os pets têm um lugar muito especial na cultura brasileira, sendo considerados parte da família em muitos lares do país.

O Brasil é um dos países com o maior número de animais de estimação, com estimativas sugerindo que mais de 130 milhões de pets vivem em lares brasileiros.

Os amigos de quatro patas estão cada vez mais presentes nas redes sociais e conquistando corações com suas fofuras e travessuras.

Agora, uma nova brincadeira vem ganhando destaque entre os tutores de cãezinhos: o Teste de Personalidade Patal (ou TPP).

Qual é a personalidade ‘patal’ do seu pet?

A brincadeira consiste em analisar o formato da patinha do seu cão e associar a um tipo de personalidade.

Segundo o teste, existem seis tipos de patinhas: nuvem, arroz, onigiri, semicircular, triangular e foguete. Cada formato representa uma característica do pet, como divertido, energético, brincalhão, gentil, entre outros.

A ideia surgiu através do perfil Keka & Kekim, que compartilhou a brincadeira e logo viralizou nas redes sociais.

Os internautas aderiram à brincadeira e passaram a observar com mais atenção as patinhas de seus peludos, tentando descobrir a personalidade oculta ali.

Qual é a personalidade patal do seu ‘aumigo’? – Imagem: Keka & Kekim/Instagram/Reprodução

A brincadeira não tem base científica, mas isso não impede os tutores de se divertirem e se encantarem com a ideia de conhecer um pouco mais sobre o comportamento de seus animais de estimação.

É importante ressaltar que, assim como os seres humanos, cada cão é único e possui sua própria personalidade, independente do formato de sua patinha.

Mas, sem dúvida, a brincadeira do TPP é uma forma divertida e descontraída de se aproximar ainda mais do seu fiel companheiro de quatro patas.

No geral, os pets no Brasil são muito amados e valorizados, desempenhando um papel importante não apenas como companheiros, mas também como fontes de alegria, amor e companheirismo para suas famílias.

Então, que tal fazer o teste com o seu cãozinho e descobrir qual é a sua personalidade canina?

O post Qual é a personalidade do seu cão? Faça o teste da patinha e descubra! apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>
Animais realmente 'farejam' o medo em humanos? https://multiversonoticias.com.br/animais-realmente-farejam-o-medo-em-humanos/ Sat, 16 Mar 2024 23:59:40 +0000 https://multiversonoticias.com.br/animais-realmente-farejam-o-medo-em-humanos/
Por que não devemos abraçar nossos cães? Entenda o motivo

Capacidade de percepção dos animais gera uma série de questionamentos; diante disso, um estudo tentou desvendar a maneira como eles reagem aos sentimentos humanos.

O post Animais realmente 'farejam' o medo em humanos? apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>
Por que não devemos abraçar nossos cães? Entenda o motivo

Muitas vezes, o poder de percepção dos animais pega os seres humanos desprevenidos. Afinal, eles possuem uma sensibilidade enigmática que surpreende não só pelo inusitado, mas pela sua capacidade muitas vezes fora do comum.

Nesse caso, não estamos falando somente sobre cães e gatos, com os quais convivemos rotineiramente e que, por isso, criam uma relação mais próxima. A mesma afirmação vale para várias outras espécies de animais.

Os animais conseguem observar nas pessoas aspectos que revelam diferentes sentimentos. A grande pergunta, nesse caso, é se essa percepção se dá também pelo cheiro.

Será que os animais conseguem farejar o medo em humanos?

A capacidade de percepção dos animais

Relação próxima de animais com os tutores reflete na maneira como eles reagem – Foto: Reprodução

Quem tem animal em casa ou convive rotineiramente com um sabe como ele se comporta diante dos diferentes sentimentos humanos. Um cachorro, por exemplo, muitas vezes se comporta a partir disso.

Nessa hora, expressões faciais, tom de voz, postura corporal e disposição servem de elementos identificadores para eles. Isso demonstra como os animais conseguem observar traços subjetivos e corresponder a eles, seja retraindo-se ou ficando mais distantes.

Um estudo de 2018, publicado na Animal Cognition, revelou que os bichos são capazes de avaliar diversos sinais, incluindo aspectos químicos, como o cheiro que emitimos. Os cientistas realizaram um experimento para comprovar isso.

Um labrador e um golden retriever foram colocados em um espaço juntamente com seus respectivos tutores e uma outra pessoa desconhecida.

Assim, puderam avaliar o comportamento dos animais em diferentes situações.

Reação dos cachorros aos sentimentos de tutores

Os pesquisadores recolheram amostras de suor dos tutores depois que assistiram a vídeos que despertavam alegria e tristeza.

Em seguida, essas mesmas amostras foram colocadas na sala onde estavam o cachorro e as duas pessoas: o tutor e a pessoa desconhecida.

O resultado surpreendeu os cientistas. Quando os cachorros sentiram o cheiro do suor de seus tutores alegres, eles corresponderam de forma mais aberta.

O oposto ocorreu quando foram colocados em contato com a amostra de suor de tutores tristes ou assustados.

Essa relação refletiu diretamente na maneira como eles interagiram com a pessoa estranha na sala.

Os cachorros se mostraram mais dispostos a interagir quando colocados em contato com cheiros de emoções positivas. Na situação contrária, eles tentaram sair da sala ou ficaram perto da porta.

Esse mesmo tipo de estudo chegou a conclusões semelhantes ao ser aplicado em cavalos.

Os animais possuem, sim, uma percepção especial, o que fica claro pela maneira como reagem diante de emoções distintas, mesmo que seja apenas pelo cheiro. Ou seja, eles farejam de longe.

O post Animais realmente 'farejam' o medo em humanos? apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>
Cientistas desvendam o segredo genético por trás do brilho dos vaga-lumes https://multiversonoticias.com.br/cientistas-desvendam-o-segredo-genetico-por-tras-do-brilho-dos-vaga-lumes/ Sat, 16 Mar 2024 12:30:36 +0000 https://multiversonoticias.com.br/cientistas-desvendam-o-segredo-genetico-por-tras-do-brilho-dos-vaga-lumes/

A luminosidade dos vaga-lumes sempre despertou a curiosidade de todos; agora, finalmente a comunidade científica tem uma explicação.

O post Cientistas desvendam o segredo genético por trás do brilho dos vaga-lumes apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>

Em uma investigação revolucionária, cientistas da Huazhong Agricultural University, na China, desvendaram os mistérios genéticos que dão aos vaga-lumes a capacidade única de brilhar.

Publicado recentemente na prestigiada revista científica Nature, o estudo avança sobre os genes fundamentais responsáveis pela bioluminescência desses insetos fascinantes.

Cientistas estudam o genoma dos vaga-lumes

Com uma abordagem inovadora, a equipe de pesquisadores mergulhou profundamente no genoma do vaga-lume, identificando os elementos genéticos cruciais que desencadeiam seu brilho característico.

Focando especialmente na espécie Aquatica leii, os cientistas descobriram que o órgão luminoso, essencial para a defesa contra predadores, se desenvolve na oitava seção abdominal durante a fase larval.

À medida que os vaga-lumes amadurecem, seus órgãos luminosos se estabelecem em partes específicas do abdômen, conhecidas como ventritos, desempenhando um papel crítico na bioluminescência desses insetos.

A pesquisa também revelou a importância da enzima luciferase, responsável pela produção de luz quando oxidada.

Surpreendentemente, os vaga-lumes são capazes de produzir essa enzima em seus próprios corpos, transportando-a para uma organela especializada, denominada organela de reação, na qual ocorre a ativação da bioluminescência.

A ausência de luciferase resulta na incapacidade dos vagalumes de emitir luz, como observado pelos cientistas.

A bioluminescência, fenômeno pelo qual os organismos emitem luz, é resultado de uma intrincada reação química entre a luciferina e a luciferase, muitas vezes requerendo a presença de oxigênio.

Vaga-lumes não são os únicos que brilham

Além dos vagalumes, diversas outras espécies, como peixes, águas-vivas, vermes, crustáceos e até mesmo algas e fungos, exibem essa extraordinária capacidade luminosa, revelando a diversidade e complexidade da natureza.

No âmbito genético, os cientistas identificaram o papel crucial do fator de transcrição A1ABD-B no desenvolvimento do órgão luminoso dos vaga-lumes, além de destacar genes como A1UNC-4 e A1Luc1, que desempenham um papel central na produção de luciferase, permitindo a bioluminescência desses insetos.

Para os vaga-lumes, o brilho vai muito além de um simples espetáculo visual. Esses insetos utilizam sua capacidade de emitir luz para atrair parceiros durante o período de acasalamento.

Além disso, eles conseguem identificar membros da mesma espécie e até mesmo alertar predadores, integrando um intrincado sistema de comunicação e defesa que fascina cientistas e entusiastas da natureza em todo o mundo.

A descoberta desses segredos genéticos não apenas amplia nossa compreensão sobre os mecanismos da bioluminescência, mas também abre novos horizontes para aplicações biomédicas e tecnológicas inspiradas pela incrível diversidade da vida na Terra.

O post Cientistas desvendam o segredo genético por trás do brilho dos vaga-lumes apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>
Cientistas escolhem quais animais viverão em Marte primeiro https://multiversonoticias.com.br/cientistas-escolhem-quais-animais-viverao-em-marte-primeiro/ Tue, 05 Mar 2024 23:20:08 +0000 https://multiversonoticias.com.br/cientistas-escolhem-quais-animais-viverao-em-marte-primeiro/
A história da descoberta dos planetas e uma novidade cósmica

Com o avanço da colonização do Planeta Vermelho, pesquisadores analisam animais para descobrir quais deles são os ideais para viverem por lá.

O post Cientistas escolhem quais animais viverão em Marte primeiro apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>
A história da descoberta dos planetas e uma novidade cósmica

À medida que a humanidade avança na exploração do espaço e considera a possibilidade de colonizar outros planetas, como Marte, surgem desafios complexos.

Isso inclui, por exemplo, a seleção dos animais mais adequados para habitar esses ambientes extraterrestres.

Esta questão torna-se cada vez mais relevante conforme a NASA e outras agências espaciais intensificam seus esforços para estabelecer bases lunares permanentes e planejam missões tripuladas a Marte.

A história da exploração espacial remonta a mais de sessenta anos, quando a cadelinha Laika se tornou o primeiro animal a orbitar a Terra, abrindo caminho para uma série de descobertas científicas e avanços tecnológicos.

Hoje, com a perspectiva de colonizar Marte no horizonte, os cientistas enfrentam desafios sem precedentes, e entre eles está a escolha dos animais que podem sobreviver e prosperar em ambientes marcianos.

A influência da gravidade em Marte

Cientistas precisam escolher qual será o primeiro animal enviado a Marte – Imagem: Reprodução

A adaptação dos animais à gravidade reduzida é uma das principais considerações.

Com a gravidade em Marte cerca de um terço da encontrada na Terra e, na Lua, aproximadamente um sexto, os efeitos sobre o desenvolvimento muscular e ósseo dos animais são incertos.

Nesse contexto, pesquisadores e especialistas consideram animais menores, como roedores, e formas de vida aquáticas, como peixes, opções mais viáveis para colonizar Marte.

Apesar disso, os peixes emergem como candidatos ideais devido à sua capacidade de desenvolvimento sustentável pela flutuabilidade e eficiência alimentar.

Aqui, é interessante lembrar que, de forma simplificada, os seres humanos evoluíram da água. Isso porque houve uma transição da vida aquática para a vida terrestre.

Esse processo foi complexo e envolveu muitos anos, evoluções e adaptações.

Possibilidades não param por aí

Além disso, insetos, especialmente grilos, também são considerados opções viáveis, oferecendo uma fonte acessível e rica em proteínas.

Adicionalmente, ocupam menos espaço e consomem menos água do que as fontes tradicionais de proteína.

No entanto, os desafios de estabelecer uma colônia extraterrestre vão além da escolha dos animais.

Os cientistas estão trabalhando para entender como criar ecossistemas sustentáveis em ambientes desafiadores, como Marte, e garantir que os futuros colonizadores tenham os recursos necessários para sobreviver e prosperar.

O post Cientistas escolhem quais animais viverão em Marte primeiro apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>
Os cães vira-latas vivem mais que os de raça? https://multiversonoticias.com.br/os-caes-vira-latas-vivem-mais-que-os-de-raca/ Sat, 02 Mar 2024 14:40:09 +0000 https://multiversonoticias.com.br/os-caes-vira-latas-vivem-mais-que-os-de-raca/

Algumas pessoas acreditam que a longevidade dos vira-latas é maior que a dos cães de raça. Será que isso é verdade mesmo? Uma veterinária explicou essa e outras características desses animais.

O post Os cães vira-latas vivem mais que os de raça? apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>

Os vira-latas são conhecidos por suas características variadas e únicas: focinhos longos com orelhas pequenas, tórax forte com patas curtas, patas longas com rabo curto, manchas engraçadas e cores diversas… essas são apenas algumas das características que podem ser encontradas nesses animais.

Um vira-lata, ou SRD (sem raça definida), pode ser considerado como tal quando percebemos a mistura de duas ou mais raças em um único animal.

A coloração caramelo, popular entre vira-latas, deriva de sua biologia: quando o pigmento preto – o mais comum na pelagem dos cães – não é dominante, abre-se espaço para outros tons, como o marrom-claro, também chamado de caramelo, ou o branco, que indica a falta de cor.

Resiliência canina: as características únicas dos vira-latas

Conhecendo o vira-lata: um cão sem raça definida – Imagem: Twitter/Reprodução

Diferentemente das raças puras, que surgem do cruzamento de animais da mesma família, gerando um padrão estético e comportamental, o vira-lata é o resultado de uma rica mistura de raças.

Frequentemente, esses cães são mais expostos aos perigos das ruas e aqueles que sobrevivem demonstram grande agilidade, inteligência e resistência de seus organismos.

É relevante destacar que diversos cães sem raça definida demonstram uma ativação de seu instinto de sobrevivência diante de situações de abuso.

Esses incidentes têm o potencial de causar traumas, os quais, em algumas circunstâncias, demandam um período considerável para serem mitigados.

Mitos e verdades sobre os vira-latas

Buscando esclarecer algumas dúvidas sobre os vira-latas, a médica veterinária do Hospital Pet Care, doutora Carla Berl, foi entrevistada pela equipe do nosso parceiro R7 e destaca alguns pontos importantes sobre esses companheiros incríveis.

Confira no vídeo abaixo alguns mitos e verdades sobre esses ‘cãopanheiros’ de quatro patas:

Como adotar um amigo canino?

Em São Paulo e em diversos locais do Brasil, existem ONGs e protetores independentes que lutam pela sobrevivência, resgate e cuidados de animais vítimas de maus-tratos e abandono.

Existem pontos fixos e itinerantes que realizam eventos de adoção pet. Se você está considerando a adoção de um amigo canino, por que não dar uma chance a um vira-lata?

Além de ganhar um companheiro único e resistente, você estará salvando uma vida.

O post Os cães vira-latas vivem mais que os de raça? apareceu primeiro em Multiverso Notícias - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!.

]]>